“A propriedade intelectual é o bem mais valioso das empresas, sejam elas públicas ou privadas”

Na assessoria a um banco está um compromisso de proteção, defesa e internacionalização de marcas bem como de patentes, direitos de autor ou nomes de domínios. Os bancos têm uma área de atuação presente em vários setores de negócio quão banca comercial e de investimento, corretagem e capital de risco, imobiliário, gestão e ativos e crédito especializados.

No seguimento de um concurso público para assessorar o banco português no que respeitava a patentes, modelos de negócio, desenhos, direitos de autor e segredos comerciais, a Inventa International concorreu e venceu.

A assessoria de um banco passa pela gestão de propriedade intelectual de um cliente que conta com um portefólio com muitas marcas associadas, tendo agora uma empresa com funções na gestão e estratégia dos ativos de propriedade intelectual tanto da CGD como das restantes empresas do Grupo.

Tiago Reis Nobre, da Inventa International refere que “no ciclo económico e financeiro atual a propriedade intelectual é o bem mais valioso das empresas, sejam elas públicas ou privadas”, e que vê nesta parceria “uma oportunidade de assessorar a Caixa Geral de Depósitos para uma utilização racional e maximizadora do sistema de propriedade intelectual, que valorize todos os seus bens imateriais”.

A Inventa International prestará serviços como registo e internacionalização de marcas, bem como a estratégia de Propriedade Intelectual da Caixa Geral de Depósitos, esperando que esta “parceria” resulte “num sucesso para as duas partes, pois só assim fazem sentido as parcerias”.